quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Um texto que eu... Adorei !!

Publicada por Futura mãmã

Ser Mãe
Texto retirado da Internet

Estávamos nós sentadas a almoçar, quando a minha filha casualmente menciona que ela e seu marido estão a pensar em começar uma família...

- Nós estávamos a fazer uma pesquisa, e ela diz no meio de uma brincadeira...

- "Você acha que eu deveria ter um bebe?" 

- 'Vai mudar a sua vida' eu digo, cuidadosamente mantendo meu tom neutro.

- Eu sei diz ela : Nada de dormir até tarde nos finais de semana, nada de férias espontâneas... ...'

Mas não foi nada disso que eu quis dizer. Eu olho para a minha filha, a tentar decidir o que dizer a ela. Eu quero que ela saiba o que ela nunca vai aprender no curso de casais grávidos. 
Eu quero lhe dizer que as feridas físicas de dar à luz irão se curar, mas que tornar-se mãe, deixará uma ferida emocional tão exposta que ela estará para sempre vulnerável.

Eu penso em alertá-la que ela nunca mais vai ler um jornal sem se perguntar: 'E se tivesse sido o MEU filho?' Que cada acidente de avião, cada incêndio irão lhe assombrar. Que quando ela vir fotos de crianças morrendo de fome, ela se perguntará se algo poderia ser pior do que ver seu filho morrer.

Olho para suas unhas com a manicure impecável, seu terno estiloso e penso que não importa o quão sofisticada ela seja, tornar-se mãe irá reluzi-la ao nível primitivo da ursa que protege seu filhote. Que um
grito urgente de 'Mãeeee!', fará com que ela abale correndo que nem por um instante.

Eu sinto que deveria avisá-la que não importa quantos anos ela investiu em sua carreira, ela será arrancada dos trilhos profissionais pela maternidade.

Ela pode conseguir uma escola, mas um belo dia ela entrará numa importante reunião de negócios e pensará no cheiro do seu bebe.

Ela vai ter que usar cada milímetro de sua disciplina para evitar sair correndo para casa ou para outro lugar apenas para ter certeza de que o seu bebe está bem.

Eu quero que a minha filha saiba que decisões do dia a dia não mais serão rotina. Que a decisão de um menino ir ao banheiro masculino ao invés do feminino num lugar se tornará um enorme dilema.

Que ali mesmo, em meio à bandejas barulhentas e crianças gritando, questões de independência e gênero serão pensadas contra a possibilidade de que um molestador de crianças possa estar observando no banheiro.

Que ela se questionará constantemente como mãe.

Olhando para minha atraente filha, eu quero assegurá-la de que o peso da gravidez ela perderá eventualmente, mas que ela jamais se sentirá a mesma sobre si mesma. Que a vida dela, hoje tão importante, será de menor valor quando ela tiver um filho. Que ela a daria num segundo para salvar sua cria, mas que ela também começará a desejar por mais anos de vida - não para realizar seus próprios sonhos, mas para ver seus filhos realizarem os deles.

O relacionamento de minha filha com seu marido irá mudar, mas não da forma como ela pensa.
Eu queria que ela entendesse o quanto mais se pode amar um homem que tem cuidado ao passar pomadinhas num bebe ou que nunca hesita em brincar com seu filho. Eu acho que ela deveria saber que ela se apaixonará por ele novamente por razões que hoje ela acharia nada românticas. 

Eu gostaria que minha filha pudesse perceber a conexão que ela sentirá com as mulheres que através da história tentaram acabar com as guerras, o preconceito e com os motoristas bêbados.

Eu espero que ela possa entender porque eu posso pensar racionalmente sobre a maioria das coisas, mas que eu me torno temporariamente insana quando eu discuto a ameaça da guerra nuclear para o futuro de meus filhos.

Eu quero descrever para minha filha a enorme emoção de ver seu filho aprender a andar de bicicleta. Eu quero mostrar a ela a gargalhada gostosa de um bebe que está tocando o pelo macio de um cachorro ou gato pela primeira vez. Eu quero que ela prove a alegria que é tão real que chega a doer.

O olhar de estranheza da minha filha me faz perceber que tenho lágrimas nos olhos.

- 'Você jamais se arrependerá, digo finalmente.
Então estico minha mão sobre a mesa, aperto a mão da minha filha e faço uma prece silenciosa por ela, e por mim, e por todas as mulheres meramente mortais que encontraram em seu caminho este, que é o mais maravilhoso dos chamados mundos...

... Que é ser Mãe.


 Eu adorei-o, e por isso decidi postar, para todas as gestantes, tentantes, mães e quem mais quiser ler e sentir estas palavras. 

Imagem retirada do Google Imagens

22 comentários:

Jei disse...

É lindo demais!!
Me emocionei...
Espero q nao se importe q eu partilhe desse texto no face...

beijinhos

paty disse...

lindo msm amiga... muito emocionante.

bjussss

Mãe do Lucas Davi disse...

Adorei a mensagem!!! adorei também o blog!
beijos

Ivana - coisademae disse...

Oi Miriam! Adoro esse texto, já conhecia! Lindo demais!

Obrigada pela visita lá no blog, viu? Adorei e voltarei aqui mais vezes também!

Bjos!

Anónimo disse...

Obrigada Miriam pela partilha... Vou levar comigo, tá? Está lindo... chorei
Claudia
o nosso pequeno mundo

Nanda disse...

Lindoooo adorei!!!! Foi difícil me achar?? ixxii...

Sempre estarei aqui!

bjim

Saah Damasco disse...

Oii, vi que comentou no meu blog.
=D

Sim, eu tenho colostro desde os 5 meses, parece que meu bebe terá bastante leite, rs
Espero conseguir como a maioria das mamaães!
=D

Beijinhos,
Ahh adorei o texto!
=D

jo nascimento disse...

Que texto mais lindo!!!!
Ser mãe é a coisa mais linda desse mundo!

Susana disse...

Uau que texto maravilhoso! Adorei Miriam... beijinhos

Mundo do Dani disse...

Vinha eu agradecer todo o seu carinho e...
VEJO ESSE BLOG RENOVADO E LINDO !
Que fofinho !!
Adorei !
OBRIGADA POR TODO O CARINHO !
Adorei o texto !!
Beijos

Anónimo disse...

vim aqui retribuir a visita no meu blog...
muito linda suas fadinhas! hehe volte sempre no meu blog bjs! tenha uma gestação linda tb!
babidorafa.blogspot.com

Pipoquinha disse...

Aiiiii que eu chorei :))
Obrigada, está fantástico.
O teu blog está um mimo! Beijocas

Michelle Marie disse...

Amei este texto, lindo fiel e verdadeiro.

Sacudir aqui é sacudir mesmo. Agora entendi. São aqueles saculejão meio grosseiros e desordenados né?

Mais uma vez, adorei a cara nova do seu blog.

Beijos

Grace Medice disse...

realmente lindo...mas acredito que nem todas as palaras do mundo consegue explicar o que ser mãe, ja me sinto maravilhada em estar gravida fico imaginando quando meu baby nascer...

Gisa disse...

Oii flor obrigada pela visita lá no blog... Adorei o texto, muito lindo.
Bjos
Gisa
www.amoresdagisa.blogspot.com

natita disse...

obrigada pelas suas palavras:) e bom sentir que temos alguem a torcer por nos:)
beijinhos grandes e tudo de bom****

sheR disse...

Olha... ja ia perguntar se vc ja tinha uma filha até que o texto chegou ao fim...
Poxa vida, isso é muito tocante, e é tudo simplismente verdade!
Amei

Débora Nunes disse...

Miriam adorei o texto!!!

O blog ta lindo demais, amei... Parabens!

Ser mãe é tudo isso e um pouco mais, só depois que me tornei mãe percebi o quanto nossa vida e pensamentos mudam... Tudo para melhor...

Beijos.
Débora

O meu Xibi disse...

Concordo plenamente, ser Mãe é o que de melhor pode acontecer a uma Mulher, mas também o início de uma nova etapa, em que o mundo passará a girar em torno daquela pessoa, todos os teus actos são pensados milimetricamente tendo em conta o filho, jamais olharás para uma notícia que envlva uma criança que não penses no teu.
Dou por mim a chorar a ver um anúncio com crianças... bahhhhhh somos umas sentimentalistas.
Bjos Vera

Patrícia Gomes disse...

Adorei a nova roupa do blog, garota! E quanto ao texto...chorei em pleno trabalho, uma cena! :-) Amei!

Mundo da Fer* disse...

Emocionante o texto!:D
Ah!adorei o novo template.
Beijos!

Mamã da Caroxinha disse...

Que lindo texto, fiquei emocionada...
Ser Mãe é mesmo isso tudo e muito masi, mas tu vais ver o quanto vais mudar, aliás já podes ver o que a vossa vida mudou e o Diego ainda nem nasceu :)
É a melhor coisa da vida, ser MÃE!!!

beijocas

Enviar um comentário

 

Mamãe do Diego Template by Ipietoon Blogger Template | Gift Idea